Seu carrinho

Nosso Whatsapp: (41) 99721-1993

Planos a partir de R$ 15,00

Navegar

Quer conversar?

Whatsapp:

(41) 99721-1993

wp header logo 179.png

MariaDB 10.9 lançado com correções e novas funções, e mais – Blog do Edivaldo

Início » MariaDB 10.9 lançado com correções e novas funções, e mais
E foi lançado o MariaDB 10.9 com correções e novas funções, e mais. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.
MariaDB é um servidor de banco de dados popular feito pelos autores originais do MySQL. É um fork do MySQL desenvolvido pela comunidade e é um dos sistemas de gerenciamento de banco de dados relacional (RDBMS) de código aberto mais amplamente utilizado.
O MariaDB é altamente compatível com o MySQL e permite que os usuários migrem facilmente bancos de dados do MySQL para o MariaDB.
O desenvolvimento do MariaDB é supervisionado pela independente MariaDB Foundation, seguindo um processo de desenvolvimento completamente aberto e transparente, independente de fornecedores individuais.
Agora, foi anunciado o lançamento da primeira versão estável do novo branch DBMS MariaDB 10.9 (10.9.2), dentro do qual está sendo desenvolvido um branch MySQL que mantém a compatibilidade com versões anteriores e se distingue pela integração de mecanismos adicionais de armazenamento e recursos avançados.

MariaDB 10.9 lançado com correções e novas funções, e mais
MariaDB 10.9 lançado com correções e novas funções, e mais

Nesta nova versão do MariaDB, destaca-se que a função JSON_OVERLAPS foi adicionada para detectar interseções nos dados de dois documentos JSON (por exemplo, retorna true se ambos os documentos contiverem objetos com um par chave/valor comum ou elementos de array comuns) .
Além disso, no MariaDB 10.9 destaca-se que as correções pertinentes foram feitas para as seguintes vulnerabilidades de segurança: CVE-2022-32082, CVE-2022-32089, CVE-2022-32081, CVE-2018-25032, CVE-2022-32091 e CVE-2022 -32084
Outra mudança que se destaca é que as expressões JSONPath fornecem a capacidade de especificar intervalos (por exemplo, “$[1 a 4]” para usar os elementos do array de 1 a 4) e índices negativos para exibir o primeiro elemento do array. tail).
Além disso, podemos descobrir que o plug-in Hashicorp Key Management foi adicionado no MariaDB 10.9 para criptografar dados em tabelas usando chaves armazenadas no Hashicorp Vault KMS.
Enquanto para o utilitário mysqlbinlog, agora existem novas opções “–do-domain-ids”, “–ignore-domain-ids” e “–ignore-server-ids” para filtrar por gtid_domain_id.
No MariaDB 10.9 foi adicionada a capacidade de refletir variáveis ​​de estado wsrep em um arquivo JSON separado que pode ser usado por sistemas de monitoramento externos.
O otimizador usa todas as partições após a atualização para 10.3, para consultas UPDATE ou DELETE de várias tabelas, o otimizador não pôde aplicar a otimização de remoção de partição para a tabela que está sendo atualizada ou excluída.
Além disso, o otimizador de intervalo para a chave IN (const, …) foi regredido, já havia um problema no MariaDB 10.5.9 e posterior que tem a correção para MDEV-9750. Essa solução introduziu Optimizer_max_sel_arg_weight. Se alguém definir Optimizer_max_sel_arg_weight para um valor muito alto ou zero (significando “ilimitado”) e executar consultas que produzam gráficos pesados, poderá notar um desempenho lento.
Outras correções que foram feitas nesta nova versão do MariaDB, está na corrupção do InnoDB devido a falta de travamento do arquivo, assim como uma correção no ALTER TABLE IMPORT TABLESPACE que corrompeu uma tabela criptografada, o resultado também foi resolvido incorretamente ALTER TABLE , correções de recuperação de falhas, correções de recuperação de erros DD, falhas evitadas em dados corrompidos, correção de bugs de carregamento em massa e correções de desempenho.
Das outras mudanças que se destacam no MariaDB 10.9, temos:
Para saber mais sobre essa versão do MariaDB, acesse a nota de lançamento.
MariaDB está disponível na maioria das principais distribuições Linux, portanto, pode ser instalado usando o software de gerenciamento de pacotes delas.
Caso você use o Ubuntu, use esse tutorial:
Como instalar o MariaDB ou MySQL no Ubuntu
Como instalar o banco de dados MariaDB no CentOS

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.
Blog do Edivaldo é um site que descomplica o Linux com noticias, dicas, tutoriais e informações sobre Ubuntu, Debian, Mint, Fedora, openSUSE, Arch, Redhat, CentOS, Manjaro e muito mais informações sobre Linux, software livre e de código aberto.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte no Whatsapp
💬 Precisa de ajuda?
Studio Live Code
Olá 👋
Podemos te ajudar?
Studio Live Code Gostaríamos de mostrar notificações sobre as últimas notícias e atualizações.
Não quero
Permitir notificações